Clique e assine a partir de 9,90/mês

Presa quadrilha acusada de sequestros em Sorocaba

Por Da Redação - 19 jan 2012, 15h26

Por José Maria Tomazela

Sorocaba – Cinco homens e uma mulher acusados do sequestro de uma adolescente de 16 anos foram presos hoje numa operação da Polícia Civil de Sorocaba, a 92 km de São Paulo. A vítima, sequestrada em novembro do ano passado na cidade de Porto Feliz, ficou 13 dias em cativeiro e só foi libertada após o pagamento do resgate.

A mesma quadrilha havia tentado sequestrar uma menina de cinco anos na mesma cidade. Em conversas gravadas com autorização da Justiça, o bando planejava explodir uma penitenciária para libertar um dos líderes que estava preso.

A Polícia Civil tinha informações de que os bandidos estavam fortemente armados, por isso mobilizou cerca de 50 agentes na operação. O suposto líder da quadrilha e sua mulher foram presos em Hortolândia, região de Campinas. O casal dormia quando os policiais invadiram a casa, de aparência simples, mas com móveis de luxo e um carro blindado na garagem.

Continua após a publicidade

O homem ficou um período preso e seria alvo de resgate, mas foi solto antes da ação. Dois outros integrantes foram presos em Capivari, um em Indaiatuba e o último em Suzano, já na Grande São Paulo.

Sequestros

A garota foi sequestrada no dia 17 de novembro no centro de Porto Feliz, quando estava no carro com a mãe. A mulher também foi levada, mas libertada em seguida com o aviso de que teria de pagar resgate pela filha. O pai da adolescente é diretor de uma empresa.

No dia 22, ainda com a adolescente no cativeiro, os bandidos tentaram sequestrar uma criança de cinco anos, neta de um comerciante. Durante a abordagem, o desespero da mãe que se agarrou no carro dos sequestradores frustrou a ação. A garota foi solta no dia 30 daquele mês, depois que a família pagou o resgate, que teve o valor reduzido pelos bandidos.

Publicidade