Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Posse de Bolsonaro: shows são cancelados por questão de segurança, diz jornal

A dupla Zezé di Camargo & Luciano e o cantor Eduardo Costa se apresentariam em Brasília

Por Da Redação
Atualizado em 24 dez 2018, 17h46 - Publicado em 24 dez 2018, 10h20

Shows programados para a posse do presidente Jair Bolsonaro, na terça-feira, dia 1º de janeiro, foram cancelados por questões de segurança. A informação é da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

“O General Moreno, que é chefe do GSI, esteve comigo e com a primeira-dama e disse que havia uma preocupação com a segurança”, disse ao jornal a deputada federal eleita Joice Hasselmann.

A dupla Zezé di Camargo & Luciano e o cantor Eduardo Costa estavam entre as atrações previstas.

Zezé, que já foi apoiador do ex-presidente Lula no passado, se aproximou de Bolsonaro na campanha e chegou a visitá-lo em casa.  “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos. A bandeira do Brasil é verde e amarela. Não é vermelha, gente”, declarou ao lado do então candidato, em outubro, às vésperas do primeiro turno.

Costa também apoiou Bolsonaro durante a campanha – chegou a compor música para o político do PSL. Figurinha fácil em polêmicas da internet, ele chamou a apresentadora Fernanda Lima de “imbecil” depois que ela fez um discurso feminista no programa Amor & Sexo, da TV Globo. “Mais de 60 milhões de brasileiros e brasileiras votaram no Bolsonaro e agora essa imbecil com esse discurso de esquerdista! Ela pode ter certeza de uma coisa, a mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta pro lado mais fraco e o lado mais fraco hoje é o que ela está.” Dias depois, ele gravou um pedido de desculpas.

Continua após a publicidade

Posse

O cerimonial do Palácio do Planalto realizou neste domingo, 23, o primeiro ensaio geral para a posse do presidente eleito da República, Jair Bolsonaro, marcada para o dia 1º de janeiro. Um segundo será realizado no próximo dia 30.

O icônico Rolls Royce, veículo tradicionalmente utilizado no percurso pela Esplanada dos Ministérios, foi usado na simulação. Dois figurantes fizeram o papel do presidente eleito e da futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Leia mais aqui.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.