Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

“Não saía de casa sem peruca e óculos”, diz Roger Abdelmassih

Em entrevista à rádio Estadão, o médico contou que a ideia de fugir para o Paraguai foi de sua mulher, a ex-procuradora Larissa Sacco

Por Da Redação
20 ago 2014, 21h38

O médico Roger Abdelmassih, preso nesta terça-feira em Assunção, no Paraguai, contou que não saía de casa sem disfarce, óculos e peruca, em entrevista à rádio Estadão. Ele disse também que a ideia de fugir para o Paraguai foi de sua mulher, a ex-procuradora Larissa Sacco, que estava grávida de gêmeos quando o casal deixou o Brasil, em 2011.

Leia também:

A vida secreta de Roger Abdelmassih no Paraguai

Abdelmassih desembarca em São Paulo e é confrontado por vítimas

Continua após a publicidade

Antes de fugir, o médico renovou seu passaporte, que iria expirar em dois meses. “O Juca me disse que eu não poderia entrar em alguns lugares por causa disso”, diz ele citando o advogado José Luís de Oliveira Lima, o mesmo que defendeu José Dirceu no julgamento do mensalão.

Segundo a rádio Estadão, Abdelmassih se aconselhou com o criminalista Marcio Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça, sobre a possibilidade de ser preso caso renovasse o passaporte. Diante da revogação do habeas corpus que lhe dava o direito de responder ao processo em liberdade, Bastos o aconselhou a se entregar. “Minha mulher falou: ‘vamos embora.'”

Abdelmassih também falou sobre o momento da prisão. “Quem me pegou foi um rapaz da Polícia Federal. Diz ele que teve informação na igreja, uma cliente da igreja me viu, depois de uma publicação da VEJA que estampa o rosto da Larissa. Por isso eu usava peruca. Não saía de casa sem peruca”, disse ao repórter da rádio Estadão.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.