Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

MPL divulga trajeto de 5º ato em São Paulo, mas governo veta

SSP apresentou alternativa porque outro protesto está sendo realizado nos locais apontados

Por Da Redação 21 jan 2016, 16h33

O Movimento Passe Livre (MPL) divulgou na tarde desta quinta-feira o trajeto do 5º ato contra o aumento da tarifa de transporte público na capital paulista, que será realizado no Centro da cidade. Mas a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que o caminho não poderá ser percorrido. Isso porque outro protesto está sendo realizado nos locais informados pelo movimento.

Segundo a proposta do MPL, o ato partiria do Terminal Parque Dom Pedro, na região central de São Paulo, e chegaria à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Do terminal, os manifestantes seguiriam pela Rua General Carneiro e Rua Boa Vista, até chegar à Secretaria Municipal de Transportes.

De lá, pegariam a Libero Badaró e o Viaduto do Chá, chegariam à Praça Ramos de Azevedo, pegariam a Rua Conselheiro Crispiniano, a Avenida São João, a Avenida Ipiranga, a Avenida São Luis e chegariam à Câmara Municipal de São Paulo. Depois, seguiriam pela Rua Asdrúbal do Nascimento e pela Avenida 23 de maio, até chegar à Assembleia Legislativa de São Paulo.

Segundo a SSP, entretanto, o caminho proposto pelo MPL não será possível “porque há outro protesto que está sendo realizado no Viaduto do Chá, na Câmara Municipal e na Avenida 23 de Maio, pelos motoristas de vans escolares”.

A Secretaria diz ainda que “diante disso, o trajeto possível a ser realizado será: Terminal Parque Dom Pedro, Rua General Carneiro, Rua Boa Vista, Rua Líbero Badaró, Vale do Anhangabaú, Avenida São João, Avenida Ipiranga e Praça da República”.

Continua após a publicidade

De acordo com a SSP, a alteração é necessária, “uma vez que a Constituição Federal não autoriza que manifestação posterior frustre outra reunião anteriormente convocada para os mesmos locais”.

LEIA TAMBÉM:

Haddad ironza Passe Livre: ‘Por que não ida para a Disney grátis?’

Motoristas de vans escolares protestam no Centro de São Paulo

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade