Clique e assine a partir de 9,90/mês

Morte de Marisa Letícia faz 1 ano e terá missa em São Bernardo

Local escolhido é aquele onde Marisa conheceu Lula, que fez convite aberto para a celebração nas redes sociais

Por Estadão Conteúdo - 3 fev 2018, 13h05

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) publicou neste sábado, em sua página no Facebook, um convite para a missa de um ano de morte de sua mulher Marisa Letícia. A cerimônia será realizada na noite deste sábado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde Lula e Marisa se conheceram. A ex-primeira-dama morreu em fevereiro do ano passado, aos 66 anos, vítima de um acidente vascular cerebral (AVC). 

A página oficial do PT publicou na noite desta sexta-feira uma homenagem à Marisa, com um texto e um vídeo, com imagens de sua trajetória. “Foi Dona Marisa quem costurou a primeira bandeira do PT, e foi sob essa bandeira que ela sempre lutou pelo projeto de construção de um novo Brasil”, escreveu o partido na rede social. “A ex-primeira-dama sempre teve papel ativo. Liderou, inclusive, uma grande passeata de mulheres pela liberdade dos maridos presos pela ditadura militar”, completou.

Paralelamente, é realizada nesta manhã uma inauguração popular do Viaduto Dona Marisa Letícia, no Jardim São Luiz, na zona sul da capital paulista, com a presença de lideranças petistas como a deputada federal Ana Perugini e o ex-ministro Alexandre Padilha. O projeto de lei que deu o nome Marisa Letícia ao viaduto foi sancionado no dia 29 dezembro pelo prefeito em exercício Milton Leite (DEM). A via foi aberta, no entanto, sem uma cerimônia oficial de inauguração, no início de janeiro, por decisão do prefeito João Doria (PSDB), que cancelou o evento.

Publicidade