Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem ateia fogo em casa e mata duas crianças no DF

Segundo a polícia, criminoso amarrou as crianças, ateou fogo na casa e saiu levando notebook, tablet, celulares e máquina fotográfica

Duas crianças, um menino de nove anos e uma menina de treze, morreram asfixiadas após um incêndio criminoso em uma casa em Ceilândia, no Distrito Federal, segundo informou o jornal Correio Braziliense. De acordo com a Polícia Civil, Rômulo Sebastião Nascimento de Sousa, de 21 anos, confessou a autoria do crime. A motivação teria sido uma dívida que Marcos Paulo Silvo Santos, o irmão mais velho das crianças, teria com ele. Santos afirmou à polícia que a dívida era de 160 reais. O criminoso, no entanto, afirmou que o valor seria de 600 reais.

Nascimento contou em depoimento ao delegado Johnson Kenedy Monteiro que teria vendido peças de artesanato a Santos dias antes e que, durante o fim de semana, ele teria cobrado o valor das peças. Santos pediu, no entanto, que o rapaz passasse na casa dele na segunda-feira para quitar parte da dívida.

Como combinado, o amigo foi até a casa de Santos, que entregou 100 reais a ele e os dois saíram. Porém, no momento em que Santos foi trabalhar, Nascimento voltou à residência, tocou a campainha e o menino de 9 anos o deixou entrar. O homem alegou que havia esquecido algo, porém, já dentro da casa, disse que iria levar um notebook para quitar o restante da dívida.

Neste momento, as crianças começaram a gritar. Então, Nascimento levou a menina para um quarto e amarrou suas mãos com o fio de um carregador de celular. Em seguida levou o menino para outro quarto e o prendeu com um lençol rasgado. Ao voltar para a sala, Nascimento percebeu que a menina havia se soltado e voltou a amarrá-la. Em seguida, colocou fogo num colchão, bloqueou a porta com uma cadeira, foi ao outro quarto e incendiou um lençol. O suspeito também bloqueou a porta com uma cadeira e fechou as duas saídas com um sofá, que também foi posto em chamas. Ele deixou a casa com um tablet, um notebook, três celulares e uma máquina fotográfica.

O homem foi capturado na noite de segunda-feira pela Polícia Civil, na casa da namorada.

De acordo com o delegado Monteiro, o suspeito não tinha antecedentes criminais e foi preso em flagrante. No depoimento, permaneceu frio e não demonstrou arrependimento. Ele responderá por duplo latrocínio. O homem está no Departamento de Polícia Especializada (DPE) e deverá ser transferido para a penitenciária da Papuda nesta terça.