Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Doze pessoas morreram por causa das chuvas desta noite em SP

Todas as vítimas que estavam desaparecidas foram encontradas mortas

Por Da Redação 11 jan 2011, 17h27

Da noite desta segunda-feira até a tarde desta terça, 12 pessoas morreram em função da forte chuva que atingiu a capital paulista, a região metropolitana e o interior do estado na última noite. Outra morte foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros, mas a Defesa Civil ainda analisa se ela foi provocada pelas enchentes. Os 66,6 mm de água que caíram entre 10h de segunda e 10h de terça, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) deixaram 125 pontos de alagamento na capital, mas a situação foi normalizada ao longo do dia.

Em São José dos Campos, no interior, cinco pessoas morreram em decorrência do soterramento de casas. Na capital, duas pessoas morreram no bairro do Jaçanã por causa de um deslizamento e um rapaz morreu afogado ao ser arrastado por uma enxurrada na Avenida Nove de Julho, no centro da cidade. Na região metropolitana, mais quatro vítimas: três em Mauá e uma em Embu, todas morreram após deslizamentos de terra.

Em Mogi das Cruzes, um homem caiu em um bueiro e foi levado pela enxurrada. No entanto, a Defesa Civil ainda não contabiliza essa morte como consequência da chuva desta noite. Desde o dia 11 de dezembro, o estado de São Paulo teve 23 mortes provocadas pelas fortes chuvas. Dezessete delas foram causadas por deslizamentos, três por enchentes e três por outros motivos.

De acordo com os Bombeiros, 176 pessoas que estavam em risco por causa dos temporais foram socorridas em todo o estado. Após o intenso trabalho das equipes de busca, não há mais desaparecidos. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE) da capital paulista, não há mais pontos de alagamento na cidade nem regiões em estado de alerta. A Defesa Civil ainda mantém o alerta, porém, em Mauá, Atibaia, Jundiaí e Sumaré.

As vias da região metropolitana, que chegaram a registrar 60 km de lentidão no início da manhã, têm somente 3 km de trânsito lento no fim desta tarde, de acordo com o Centro de Engenharia de Trânsito (CET).

Continua após a publicidade

Publicidade