Clique e assine a partir de 9,90/mês

Como a ex Suzane, Daniel Cravinhos reencontra o amor

Assassino de Manfred e Marísia von Richthofen vai aproveitar o indulto de Natal para se casar com Alyne Bento, filha de uma agente penitenciária

Por Da Redação - 21 dez 2014, 18h06

Não foi apenas a ex-estudante Suzane Richthofen, 31, quem redescobriu o amor na prisão. Seu ex-namorado, Daniel Cravinhos, 33, condenado a quase 39 anos de detenção por matar os ex-sogros, Marísia e Manfred von Richthofen, também está de relacionamento novo. Daniel é noivo de Alyne Bento, biomédica de 27 anos que é filha de uma agente penitenciária, e deve se casar com ela nos próximos dias, aproveitando a liberação temporária concedida a parte da população carcerária no Natal.

Leia também:

Suzane, Sandra e o jogo de sobrevivência na cadeia

Mulher de Suzane Richthofen é temida na cadeia

Suzane pede para continuar presa em regime fechado

Casamento de Suzane Richthofen tem par na ficção

A união, que deve ser celebrada em uma cerimônia discreta para cerca de cem pessoas, é aprovada pela família da noiva, evangélica. “Acredito muito em Deus. Nada é por acaso. Alguém teria que dar uma nova chance ao Daniel e, se Ele me escolheu, eu aceito”, disse à Folha de S. Paulo a nova sogra de Daniel, Sumaia Bento.

Continua após a publicidade

É no perfil de Sumaia no Facebook que se pode ver diversas fotos do casal junto. A mais antiga é de um ano atrás, dezembro de 2013. A relação entre Daniel e Alyne, no entanto, teve início no ano anterior, em 2012, quando ela foi à penitenciária de Tremembé visitar o irmão preso por suspeita de participação em um roubo. Em maio de 2013, Daniel teve o seu primeiro dia fora da prisão em quase sete anos, e o passou ao lado da namorada. O noivado se deu em agosto deste ano, quando Daniel, liberado temporariamente por ocasião do Dia dos Pais, pediu a noiva em casamento.

Daniel Cravinhos, o irmão, Cristian, e a então namorada de Daniel, Suzane, foram condenados pela morte dos pais dela em 2002. Em fevereiro de 2013, Daniel e Cristian ganharam o direito de de cumprir o restante da pena em regime semiaberto – aquele em que o condenado passa o dia fora da prisão e só volta para dormir. Suzane obteve o direito ao semiaberto este ano, mas rejeitou a mudança – mais tarde, soube-se que era por causa da noiva, Sandra, e por temer a mudança, já que se sente segura em Tremembé.

Suzane von Richthofen e os irmãos Cravinhos foram a júri popular em 2006. Suzane foi condenada a 39 anos de prisão em regime fechado. Daniel, que era namorado de Suzane, também foi condenado a cerca de 39 anos. Seu irmão Cristian acabou recebendo pena de 38 anos em regime fechado.

Continua após a publicidade
Publicidade