Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Com medo de incêndio, famílias deixam cidade em SC

Fumaça de produto que queima em armazém de São Francisco do Sul causa reações no organismo; 150 famílias tiveram de deixar suas casas

Por Da Redação 25 set 2013, 12h47

Um incêndio de grandes proporções controlado no início da tarde desta quarta-feira, após mais de 12h de trabalho dos bombeiros, causou pânico nos moradores de São Francisco do Sul, cidade que fica 190 quilômetros de Florianópolis, em Santa Catarina. A informação de que a fumaça do material – uma carga de fertilizante em um armazém da empresa Global Logística em um terminal marítimo, na BR-280 – seria altamente tóxica fez com que moradores começassem a deixar a cidade.

A fumaça é composta por nitrato de amônia, diafosfato de amônia e cloreto de potássio. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, a inalação pode causar reações no organismo como tosse, pele avermelhada, olhos lacrimejantes e doloridos, além de congestionamento das vias orais. Já a Defesa Civil emitiu nota no início desta tarde afirmando que “não há risco de intoxicação” para a população de São Francisco do Sul.

Até o início da tarde, setenta pessoas haviam sido atendidas na rede de saúde da cidade com os sintomas, mas nenhuma foi configurada como caso grave, informou supervisora do Centro de Informações Toxicológicas (CIT) da Secretaria Estadual de Saúde, Marlene Zannin. Ela orienta a população da cidade a sair das áreas de exposição à fumaça, ir para local arejado e tomar banho com água e sabão, lavando todo o corpo, inclusive o couro cabeludo e as mucosas nasais, para eliminar resíduos das substâncias. Se os sintomas persistirem ou se agravarem, a pessoa deve então procurar atendimento médico.

Segundo a Defesa Civil, 150 famílias tiveram de ser retiradas de suas casas, localizadas próximo ao local do incêndio. Na edificação atingida pelas chamas, estavam armazenadas cerca de 10 toneladas de fertilizantes.

Pelo menos setenta bombeiros, seis caminhões-tanque e uma autoplataforma estão sendo empregadas na operação para acabar totalmente com o fogo. Na operação, trabalham equipes do Corpo de Bombeiros Voluntários de São Francisco do Sul, da Defesa Civil e bombeiros de Joinville, Balneário Barra do Sul e Araquari. A maior dificuldade é que este tipo de incêndio só pode ser combatido com um pó químico que os bombeiros locais não têm à disposição. O Corpo de Bombeiros mais próximo de São Francisco do Sul que possui tal produto fica em Itajaí, cidade a mais 100 quilômetros do local do incêndio.

Neste momento, a fumaça está sendo empurrada pelo vento em direção ao mar, mas, segundo informou a Capitania dos Portos aos bombeiros, à tarde o vento deve mudar de direção por força da maré e levar a fumaça em direção à cidade de São Francisco. Ainda segundo a Defesa Civil, o vento estaria levando a fumaça para cidades próximas, como Garuva e Itapoá. Nestes casos, a recomendação é que as pessoas fiquem em local fechado.

Leia também:

Chuvas já afetam 82 cidades em Santa Catarina

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade