Clique e assine a partir de 9,90/mês

Chuvas deixam ao menos 12 mortos no Grande Recife

Na capital de Pernambuco, o acumulado de chuvas dos últimos cinco dias equivale ao volume de 20 dias da média histórica para o período

Por Da Redação - 25 jul 2019, 01h59

As prefeituras de Olinda, Abreu e Lima, Igarassu e Vicência, todas na região metropolitana de Recife (PE), decretaram, nesta quarta-feira 24, situação de emergência em virtude das fortes chuvas que caem na região. Foram registradas ao menos doze mortes por conta dos temporais, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

Na capital de Pernambuco, o acumulado de chuvas dos últimos cinco dias equivale ao volume de 20 dias da média histórica para o período. A prefeitura de Recife alerta para o risco de deslizamento de terra em virtude dos terrenos estarem encharcados após a grande quantidade de água. Na madrugada desta quarta-feira foram registradas três mortes.

As chuvas prejudicaram a volta às aulas da rede pública de ensino. Segundo a prefeitura, 10% das escolas não puderam reiniciar as aulas. A Defesa Civil do município está de plantão 24 horas no telefone 0800 081 3400. A ligação é gratuita.

Olinda

Em Olinda, vias foram destruídas e barreiras deslizaram. Com o decreto de situação de emergência, fica autorizada a entrada em casas para prestar socorro ou determinar a evacuação do local. Segundo a prefeitura, choveu o equivalente a 20 dias nas últimas 12 horas. Nas informações mais atualizadas da Defesa Civil, constam 110 pessoas desabrigadas.

Continua após a publicidade

Em Olinda, foram confirmadas quatro mortes. Uma delas ocorreu no bairro Águas Compridas, duas em Caixa D’água e uma no Alto Sol Nascente. Essa última foi decorrente de exposição a uma descarga elétrica, ocorrida após um deslocamento de terra que atingiu o barraco onde a vítima morava.

As escolas da rede municipal de ensino suspenderam as aulas no dia de hoje. Com isso, 73 escolas ficaram fechadas e 25,4 mil alunos não tiveram aulas. A prefeitura instaurou um gabinete de crise, do qual participam o prefeito, o vice e representantes das secretarias municipais.

A Defesa Civil de Olinda disponibilizou dois telefones para que a população entre em contato para reportar alguma emergência. Os telefones são (81) 3429-9838 e (81) 99266-5307; este último atende pelo aplicativo WhatsApp.

Abreu e Lima

O decreto do prefeito Marcos José da Silva, que determina a situação de emergência em Abreu e Lima, confirma que seis pessoas morreram no município. As aulas, que também voltariam hoje, tiveram seu reinício suspenso.

Continua após a publicidade

A prefeitura informou ainda que alguns postos de saúde não funcionaram nesta quarta-feira porque médicos e enfermeiros residentes em outros municípios não estão conseguindo chegar aos postos para trabalhar.

A Defesa Civil do município está atendendo emergências pelo telefone (81) 98736-6296.

Vicência

Em Vicência, as áreas mais afetadas pelas chuvas foram Comunidade Cristã e Bairro Nova Vicência 3. A prefeitura pede aos moradores das áreas de risco que deixem suas casas e procurem um local seguro.

Segundo o prefeito, Guiga Nunes, as pessoas desabrigadas estão recebendo auxílio-aluguel e se deslocando para áreas seguras.

Continua após a publicidade

“As ações vão continuar pela noite. Enquanto houver urgência e demanda no município a gente vai continuar tirando as famílias dos locais de crise, de difícil acesso e alagamentos, e colocando em locais mais adequados”, disse o prefeito, em declaração divulgada nas redes sociais da prefeitura.

(Com Agência Brasil)

Publicidade