Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Artista plástico Selarón é encontrado morto no Rio

Escadaria decorada pelo chileno no bairro da Lapa virou ponto turístico; segundo jornal, Selarón estava sendo ameaçado por um ex-colaborador

Foi encontrado morto, nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro, o artista plástico Jorge Selarón, de 65 anos. O corpo do artista chileno foi encontrado na Escadaria do Convento de Santa Teresa, uma de suas obras mais famosas. A escadaria, que liga os bairros da Lapa e Santa Teresa, na região central do Rio de Janeiro, se tornou um dos principais pontos turísticos da cidade após ser decorada com um mosaico de cerâmica de Selarón.

Jorge Selarón Jorge Selarón

Jorge Selarón (/)

Ainda não há informações sobre as circunstâncias ou a motivação da morte do artista plástico. De acordo com o jornal O Globo, ele vinha sendo ameaçado por um ex-colaborador após desentendimentos profissionais. O caso foi registrado na 7ª Delegacia de Polícia, em Santa Teresa, onde será investigado.

O desentendimento teria acontecido quando o ex-colaborador de Selarón danificou obras do artista. O ex-colaborador seria irmão de um preso, condenado por tráfico de drogas e roubo, segundo a polícia.

Com 250 degraus, a escadaria se transformou em um badalado ponto turístico após a intervenção do artista plástico. Pintor e ceramista, Selarón se mudou para o Rio na década de 90, quando começou a produzir o mosaico na região com cerâmicas de diferentes partes do mundo. Ele também tinha um ateliê na região. Em 2005, o trabalho do artista na escadaria foi tombado pela prefeitura do Rio.

(Com Estadão Conteúdo)