Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Acidente com ônibus deixa 11 mortos no Paraná

Ônibus de turismo seguia de Presidente Prudente (SP) com destino para Foz do Iguaçu (PR) levando passageiros que fariam compras no Paraguai

Por Da Redação 9 abr 2016, 12h23

Uma tentativa de assalto no início da madrugada deste sábado resultou em um grave acidente na BR-369, no trecho entre Mamborê e Ubiratã, no Noroeste do Paraná. Onze pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal.

Com placas de Dracena (SP), o ônibus de turismo seguia de Presidente Prudente (SP) com destino para Foz do Iguaçu (PR). De acordo com a PRF, o veículo transportava 30 passageiros que iam fazer compras no Paraguai. O ônibus teria cruzado a pista e colidido frontalmente contra uma árvore, partindo-se ao meio.

O acidente ocorreu por volta de 1h45 da madrugada, no quilômetro 403 da BR-369. O local da tragédia fica a 25 quilômetros de Campo Mourão. Entre os mortos estão cinco homens e quatro mulheres. Não havia crianças a bordo.

Alguns ocupantes do ônibus relataram aos policiais que teriam sido acordados pelo barulho de disparos de arma de fogo, momentos antes de o motorista perder o controle do veículo, indicando uma possível tentativa de assalto.

A PRF informou que dois veículos estariam envolvidos na tentativa do assalto. Ainda não é possível dizer se o motorista do ônibus foi baleado. Ele está entre os mortos. Os feridos foram removidos por equipes do Samu para os hospitais em Campo Mourão e Ubiratã.

A Polícia Militar da região, Polícia Rodoviária Federal e Policia Civil de Mamborê compareceram no local para auxiliar no atendimento. Até o momento, não se tem informações sobre os assaltantes que teriam tentado assaltar este veículo.

Os corpos das vítimas foram encaminhados ao Instituto Médico Legal de Campo Mourão. Com o acidente, a pista da BR-369 ficou interditada até as 4h30 da madrugada deste sábado (9), quando meia pista foi liberada ao fluxo de veículos.

O ônibus pertence à empresa Manobra Turismo, cujo proprietário estaria entre as vítimas feridas. Uma verificação preliminar da PRF aponta que o veículo não tinha autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para realizar a viagem.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade