Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Os Dias dos Turbin’: a peça que driblou a censura comunista

Stalin considerava que o drama sobre a família burguesa Turbin em dias de guerra civil demonstrava que os bolcheviques eram invencíveis

(Tradução de Irineu Franco Perpetuo; Carambaia; 160 páginas; 64,90 reais) Crítico ao regime comunista, o romance O Mestre e Margarida, obra-prima de Mikhail Bulgákov (1891-1940), só foi publicado em 1966 — e com cortes: o texto integral apareceria em 1989. Mas o médico e escritor ucraniano teve mais sorte no teatro. A peça Os Dias dos Turbin caiu nas graças de Stalin. O ditador considerava que o drama sobre a família burguesa Turbin em dias de guerra civil demonstrava que os bolcheviques eram invencíveis. Pelo menos nessa ocasião, a verve satírica de Bulgákov — que o leitor admira aqui em tradução direta do russo — driblou a censura.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s