Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

N.E.R.D.: influências que vão do rap ao rock — e até à new wave

Projeto dos rappers Pharrell Williams e Chad Hugo, o grupo demora a lançar novos discos. Quando o faz, porém, exibe sempre um frescor original

Por Da Redação 15 dez 2017, 06h00

(Sony Music) Em inglês, a sigla N.E.R.D. significa “ninguém nunca morre realmente”. O lema, que também dá nome ao quinto álbum do trio, No One Ever Really Dies, sintetiza sua atividade intermitente: de tempos em tempos, o grupo sai da latência para uma erupção espetacular. Projeto dos rappers Pharrell Williams e Chad Hugo, que ajudaram a moldar o pop atual como produtores e à frente da dupla The Neptunes, o N.E.R.D. demora a lançar novos discos: entre o anterior e o presente, passaram-se sete anos. Quando o faz, porém, exibe sempre o frescor original. A força de Pharrell e companhia vem de seu caleidoscópio de influências, que vai do rap ao rock e à new wave. O trio voltou bem acompanhado: a voz de Kendrick Lamar dá nuances classudas ao soul Don’t Don’t Do It, e Rihanna surge endiabrada na faixa de abertura, o rap Lemon.

Publicidade