Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

Longe das ‘Spice Girls’, Melanie C lança melhor disco de sua carreira

Em álbum que carrega seu nome no título, ex "Sporty Spice" surpreende e lança dez faixas ultradançantes, ainda que embebidas de certa melancolia

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 9 out 2020, 11h12 - Publicado em 9 out 2020, 07h00
DISCO – Melanie C, de Melanie C (disponível nas plataformas de streaming) – //Divulgação

No filão do pop feito em laboratório, Melanie C faz um papel raro: é a artista que se desgarrou de seu grupo — no caso, as Spice Girls — para construir uma carreira-solo de respeito. Mas a “Sporty spice” surpreende até quem já a via com simpatia em seu oitavo álbum. Batizado com seu nome, o disco é o melhor e o mais pessoal de todos os seus trabalhos. Logo na primeira faixa, Who I Am, Mel C, aos 46 anos, canta: “Estava perdida naquilo que eu pensava que deveria ser / Esqueci que era humana”. Em Overload, mais um desabafo: “Eu não quero ser a sua versão aceitável de mim”. As dez faixas, apesar de embebidas em certa melancolia, são ultradançantes e musicalmente antenadas, graças à parceria de Mel C com jovens produtores como Rae Morris, Shura e Nadia Rose.

 

Continua após a publicidade

Publicidade