Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Wilson Witzel: fazendo selfies e média no Carnaval

Com pose de folião, o governador do Rio abriu e fechou as quatro noites de desfile

Por João Batista Jr. Atualizado em 28 fev 2020, 09h58 - Publicado em 28 fev 2020, 06h00

Com pose de folião, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, abriu e fechou as quatro noites de desfile de escolas de samba na Sapucaí. Mas a real carnavalesca da família é Helena, a primeira-dama. Torcedora da Imperatriz Leopoldinense, ela deu sorte à sua escola, que subiu do Grupo de Acesso para o Especial. O casal se esbaldou tanto no camarote do governo quanto no asfalto, onde se postou no recuo da bateria, espaço nobre do Sambódromo, para cumprimentar sambistas e tirar selfies. Erick, filho transgênero do primeiro casamento do governador, também estava lá. “Fui todas as noites, com meu pai e a família, e amei. Carnaval é diversidade”, diz ele, que trabalha na Coordenadoria de Diversidade Sexual da prefeitura.

Com reportagem de Cássio Bruno e Maria Clara Vieira

Publicado em VEJA de 4 de março de 2020, edição nº 2676

Publicidade