Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Gente Por João Batista Jr. Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

O calote do “doleiro dos doleiros”

Dario Messer e a namorada deixaram imóvel de luxo sem pagar dois meses de aluguel

Por João Batista Jr. - Atualizado em 4 out 2019, 10h35 - Publicado em 4 out 2019, 06h00

O “doleiro dos doleiros”, Dario Messer, foi preso em São Paulo, em 31 de julho, dentro do apartamento de luxo alugado como esconderijo. A descoberta: ele e a namorada deixaram o imóvel sem pagar dois meses de aluguel. Foi feito um distrato de locação, para que o locador se visse livre dos inquilinos indesejáveis. Messer vive hoje em uma cela de Bangu 8. Há grande expectativa para que seu advogado, Átila Machado, feche um acordo de delação premiada. Messer era o maior especialista em enviar dinheiro ilícito para fora do Brasil, a serviço de políticos e de figuras chiquérrimas da alta sociedade.

Publicado em VEJA de 6 de outubro de 2019, edição nº 2655

Publicidade