Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Gente Por João Batista Jr. Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Neymar anda tomando um olé do mercado publicitário

Após polêmicas, o jogador caiu no ranking de garotos-propaganda mais valorizados do país

Por João Batista Jr. - Atualizado em 24 jul 2020, 10h49 - Publicado em 24 jul 2020, 06h00

Neymar anda tomando um olé do mercado publicitário. As quedas falsas durante a Copa de 2018, o escândalo com Najila Trindade em 2019 e a enorme capacidade de se meter em polêmicas a todo momento fizeram com que o jogador caísse no ranking de garotos-propaganda mais valorizados do país. No primeiro semestre de 2018, ele era a terceira celebridade que mais aparecia em anúncios para empresas como C&A e Gol, em um total de 3 498 inserções em comerciais de TV nesse período (perdia apenas para os irmãos Zezé Di Camargo e Luciano). No primeiro semestre deste ano, Neymar aparece em 41º lugar da lista, com 304 inserções. Ele está atrás de artistas como Fábio Porchat e Adriana Esteves, com 2 066 e 918 inserções, respectivamente. Os dados são da consultoria Controle da Concorrência.

Publicado em VEJA de 29 de julho de 2020, edição nº 2697

Publicidade