Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Luísa Sonza vira máquina de hits

Nada como o tempo para calar os críticos

Por Eduardo F. Filho - Atualizado em 21 ago 2020, 18h45 - Publicado em 21 ago 2020, 06h00

Durante o romance com o youtuber Whindersson Nunes, Luísa Sonza foi atacada por se aproveitar da fama do marido. O casal se separou durante a pandemia e o que se viu foi uma sequência de hits de sucesso. Nos últimos meses, ela lançou quatro singles, o que ajudou a registrar 775 milhões de visualizações no YouTube. “Eu busco sempre evoluir”, diz. Uma de suas músicas, Flores, em parceria com o músico Vitão, gerou fofocas sobre um possível relacionamento entre os dois e uma chuva de comentários machistas, criticando-a pelo clip bastante erotizado da música. “Por isso que o Whindersson te largou”, escreveu um dos haters. “A sociedade machista não aceita que nós, mulheres, possamos fazer as mesmas coisas que os homens”, afirma Luísa. “Cada vez mais estamos lutando pelos nossos espaços e mostrando que somos capazes de fazer tudo o que quisermos. Ninguém vai nos parar.”

Publicado em VEJA de 26 de agosto de 2020, edição nº 2701

Publicidade