Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homenagens sem polarização para Alberto Goldman

Um momento de saudável equilíbrio na política

 (Roberto Casimiro/Fotoarena)

Depois da morte do ex-governador paulista Alberto Goldman, aos 81 anos, vítima de câncer, a viúva, Deuzeni Goldman, recebeu mais de cinquenta telegramas de políticos de todos os espectros, além de centenas de mensagens por WhatsApp.

O que eles demonstram? Que há ainda saudável equilíbrio na política brasileira.

“Foi tocante perceber que meu marido era respeitado por pessoas de convicções diversas, do Flávio Dino, do PCdoB, ao FHC, do PSDB”, diz ela.

Deuzeni e os cinco filhos de Goldman farão uma homenagem ecumênica ao político na terça 17, em São Paulo. Como Goldman era judeu e ateu, o evento não terá caráter religioso.

Publicado em VEJA de 18 de setembro de 2019, edição nº 2652

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s