Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Bernard Arnault: mudança de perfil

Ele acumula uma fortuna de 186,3 bilhões de dólares com a valorização do grupo LVMH

Por Cleo Guimarães Atualizado em 28 Maio 2021, 11h17 - Publicado em 28 Maio 2021, 06h00

Por um breve momento, o título de mais rico do mundo saiu das mãos de serelepes bilionários da alta tecnologia para as de um discreto europeu septuagenário que comercializa roupas, bebidas e acessórios. Na abertura das bolsas na segunda-feira 24, o francês Bernard Arnault, 72 anos, acumulava uma fortuna de 186,3 bilhões de dólares com a valorização do grupo LVMH (Louis Vuitton, Dior, Tiffany, Veuve Clicquot e outras marcas), do qual possui quase metade das ações. A alta se deve ao excepcional desempenho no primeiro trimestre: aumento das vendas de 52% em comparação com igual período do ano passado. No fim do mesmo dia, passada a euforia acionária, Arnault devolveu o posto a Jeff Bezos, da Amazon.

Publicado em VEJA de 02 de junho de 2021, edição nº 2740

Publicidade