Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Don Diamond (1921-2011)

Geralmente interpretando personagens cômicos, especialmente latinos e índios, o ator conhecido no Brasil como Cabo Reyes, da série “Zorro”, faleceu no dia 19 de junho, em Los Angeles, aos 90 anos de idade, segundo informou a família ao Los Angeles Times. O ator era o último do elenco fixo da série que ainda estava vivo. […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 31 jul 2020, 11h34 - Publicado em 21 jun 2011, 15h23

Don Diamond como o Cabo Reyes em “Zorro”

Geralmente interpretando personagens cômicos, especialmente latinos e índios, o ator conhecido no Brasil como Cabo Reyes, da série “Zorro”, faleceu no dia 19 de junho, em Los Angeles, aos 90 anos de idade, segundo informou a família ao Los Angeles Times.

O ator era o último do elenco fixo da série que ainda estava vivo. Henry Calvin faleceu em 1975; Gene Sheldon em 1982; Guy Williams em 1989; George J. Lewis em 1995; e Britt Lomond em 2006.

Filho de imigrante russo e mãe americana, Donald Alan Diamond nasceu no dia 4 de junho de 1921, em Nova Iorque.

Formou-se ator pela Universidade de Michigan e, enquanto atuava esporadicamente no teatro e no rádio, mantinha-se com um emprego de garçom e de auxiliar em acampamentos infantis.

Diamond prestou serviço militar durante a 2ª Guerra Mundial. Como militar, atuou em peças e programas de rádio produzidos pelo governo. Foi neste período que ele se aperfeiçoou no idioma espanhol, que aprendera na faculdade, algo que lhe seria útil ao longo de sua carreira de ator.

(E-D) Diamond e Robert Wagner em “O Rei dos Ladrões”, 1968

Com o fim da guerra, Diamond iniciou carreira artística no rádio, onde interpretou diversos personagens latinos. Conhecido como o homem das mil vozes, Diamond conseguia mudar seu tom de voz e imitar qualquer tipo de sotaque. Sua paixão por este veículo o levou a tirar uma licença de rádio amador, um hobby que manteve ao longo de muitos anos.

Ao longo dos anos, o rádio foi perdendo terreno para a televisão, levando o ator a buscar trabalhos nessa área. Sua facilidade com sotaque espanhol o levou a ser contratado para a série de faroeste “As Aventuras de Kit Carson”, na qual interpretou El Toro, o companheiro de Carson, entre 1951 e 1955.

Estrelada por Bill Williams, pai do ator William Katt (Super-Herói Americano), a série tinha um cronograma apertado, filmando um episódio a cada dois dias.

Continua após a publicidade

Com o fim da série, Diamond entrou no circuito de participações especiais. Foi neste período que fez testes para a primeira série produzida por Walt Disney, “Zorro” (1957-1959), sendo contratado como ator convidado do episódio “Zorro Domina o Terror”.

Seu trabalho foi bem recebido pela produção, que mais tarde o escolheu para interpretar o Cabo Reyes, parceiro cômico do Sargento Garcia (Henry Calvin, já falecido). Ao longo da série a dupla chegou a interpretar alguns números musicais.

Diamond também integrou o elenco fixo de “F Troop”, faroeste cômico produzido entre 1965 e 1967. A história girava em torno de um grupo da cavalaria americana estacionado em um forte no Kansas, cercado por índios que ora eram amigos, ora inimigos. A partir da segunda temporada da série, Diamond interpretou o índio Gato Louco, braço direito do chefe Águia Selvagem, que sonha em se tornar chefe da tribo.

Inicialmente, a participação de Diamond na série era para ser em um único episódio. Mas, quando o ator decidiu interpretar o índio com voz fina e afetada, em contraste com o rosto sério e carrancudo, os produtores adoraram e o transformaram em personagem fixo.

Don Diamond em 1998

Don Diamond em 1998

Em sua carreira, Diamond fez participações em centenas de episódios de séries, entre elas: “O Cavaleiro Solitário”, “As Aventuras do Superman”, “Lassie”, “Peter Gunn”, “Wyatt Earp”, “77 Sunset Strip”, “Os Intocáveis”, “Rota 66″, “Império”, “A Lei de Burke”, “James West”, “Meu Marciano Favorito”, “Comédias Dick Van Dyke”, “O Show de Patty Duke”, “Que Garota!”, “O Rei dos Ladrões”, “Big Valley”, “Agente 86″, “Chaparral”, “Here’s Lucy”, “O Jogo Perigoso do Amor”, “A Noviça Voadora”, “O Imortal”, “Missão: Impossível”, “Centro Médico”, “Columbo”, “Cannon”, “Os Novos Centuriões”, “Emergência”, “São Francisco Urgente”, “Quincy”, “Arquivo Confidencial”, “Lou Grant”, “Vega$”, “Dinastia”, “Dallas”, “Profissão: Perigo” e “Nos Bastidores da Lei”.

Diamond também fez carreira como dublador. Entre seus trabalhos mais conhecidos está o sapo Toro, personagem da série animada “Toro e Pancho”, e o sargento Gonzalez, em “As Novas Aventuras do Zorro”, produção animada da década de 1980.

Entre seus trabalhos para o cinema estão pequenos personagens em “Boderline”, “Irma La Duce”, “O Velho e o Mar” e “Interlúdio de Amor”.

Desde 1968 o ator era casado com Louisa Diamond, mexicana que se mudou para os EUA onde trabalhou como professora de espanhol. O casal teve uma filha, Roxanne.

Encontrei o ator em Los Angeles em 1998, quando ele concedeu uma entrevista, publicada na revista TV Séries nº25, da qual as informações para este texto foram extraídas.

Continua após a publicidade
Publicidade