Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

CW: Lista de pilotos – Temporada 2015-2016

Estamos na Temporada de pilotos da rede americana. Este é o período em que os canais, em especial os da rede aberta, encomendam episódios pilotos que serão produzidos para avaliação. Aqueles que forem aprovados, serão transformados em séries de TV, as quais serão anunciadas em maio. No momento da publicação desta postagem, o CW tem quatro […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 31 jul 2020, 02h10 - Publicado em 7 fev 2015, 11h19

TheCWEstamos na Temporada de pilotos da rede americana. Este é o período em que os canais, em especial os da rede aberta, encomendam episódios pilotos que serão produzidos para avaliação. Aqueles que forem aprovados, serão transformados em séries de TV, as quais serão anunciadas em maio.

No momento da publicação desta postagem, o CW tem quatro pilotos em fase de escalação de elenco. Em geral, o canal costuma encomendar a média de oito pilotos (embora na Temporada anterior tenha se contentado em avaliar seis pilotos). Para este ano, a previsão é a de que sejam encomendados entre cinco e seis pilotos, sendo que, por ano, o canal aprova a média de quatro séries.

Atualmente, o CW não conta com muito espaço em sua grade de programação, visto que ele já renovou oito das dez séries que exibe. Ele ainda tem mais duas séries inéditas para estrear (iZombie e The Messangers) que, se bem recebidas, poderão ser renovadas.

Para abrir espaço em sua programação, o canal teria que ampliar seus horários para as noites de sábado, ou cancelar Beauty and the Beast e Hart of Dixie (duas produções que ainda não foram renovadas), ou cancelar algum reality show (o canal tem quatro em sua grade e um quinto para estrear), ou ainda reduzir o número de episódios por temporada de suas séries para que elas possam ceder seus horários para outras produções na grade da Midseason. Também existe a alternativa do canal encomendar novas séries para preencher a grade da Summer Season com produções inéditas. Tudo vai depender do tamanho do orçamento do canal para investimento em novas produções.

Esta postagem será atualizada até o mês de abril, conforme novos pilotos forem sendo anunciados, bem como detalhes sobre enredos e contratação de atores.

 

Drama

(DESCARTADO) Cheerleader Death Squad – Projeto de Marc Cherry (Desperate Housewives), Neal Baer (Under the Dome) e Dan Truly (Blue Bloods) divulgado em outubro de 2014.

Na história, Stone (Alan van Sprang, de Reign) é um agente da CIA que cai em desgraça e passa a trabalhar como professor em uma escola em Washington. Lá, ele descobre que alguns de seus alunos transitam em diversas áreas importantes do governo. Assim, ele decide treinar três de suas alunas para transformá-las em seus informantes, com o objetivo de voltar a trabalhar na CIA.

As alunas são Grace (Gia Mantegna), Maddie (Abbie Cobb) e Úrsula (Pepi Sonuga), uma jovem confiante e intimidadora que costuma utilizar isto como vantagem para conseguir o que deseja.

No elenco também está Aylin Bayramoglu, como Fatima, uma adolescente solitária cuja presença ninguém percebe.

A produção é da CBS TV Studios.

 

(APROVADO) Cordon – Projeto de Julie Plec e David Nutter. Trata-se de um remake de produção belga já exibida na Inglaterra pelo canal BBC4. Criada por Carl Joos, a série original foi ao ar na Bélgica em 2014 pelo canal VTM. Não há informações de que a série tenha sido renovada.

A história original apresenta uma proposta que segue a  linha de Under the Dome. Um vírus mortal leva as autoridades a isolar a Antuérpia, a segunda maior cidade da Bélgica. Separados do mundo, os moradores se vêem obrigados a depender unicamente deles e de seus recursos para sobreviverem.

Na versão do CW, a epidemia ocorre em Atlanta, que é posta em quarentena pelo governo. O policial Alex Carnahan (David Gyasi), mais conhecido como Lex, é o responsável por patrulhar a área que está em quarentena, onde está sua namorada Jana (Christina Moses).

Continua após a publicidade

No local também se encontram Jake (Chris Wood, de The Vampire Diaries, The Carrie Diaries), melhor amigo de Lex, um ex-renegado que agora atua como policial; Teresa (Hanna Mangan Lawrence, de Spartacus), uma adolescente grávida que planejava fugir com o namorado do alcance da mãe autoritária, quando a quarentena foi decretada; e Katie (Kristen Gutoskie, de Beaver Falls), uma professora e mãe solteira que está retida em um hospital onde trabalha o Dr. Victor Cannerts (George Young), que se vê privado de diversos recursos necessários para realizar seu trabalho.

Enquanto isso, no lado de fora, a Dra. Sabine Lommers (Claudia Black, de Farscape, Stargate SG-1, The Originals), da Secretaria da Saúde, luta para encontrar uma cura para a doença, ao mesmo tempo em que precisa evitar que a população entre em pânico; e o jornalista Leo (Trevor St. John) começa a receber informações sigilosas de uma fonte misteriosa, as quais revelam que a epidemia pode ter sido provocada por terceiros.

A produção é da Warner Brothers TV em parceria com a My So-Called Company e a Eyeworks, produtora a série original.

 

(DESCARTADO) Dead People – Projeto de Tom Kapinos (Californication). A proposta da série lembra a de Ghost – A série/Shades of L.A., produzida em 1991 e exibida nos EUA em canais regionais. No Brasil, foi exibida pela Rede Globo.

Na produção da década de 1990, a história girava em torno de um detetive da polícia que, após sofrer um atentado e passar por uma experiência de quase morte, fica permanentemente conectado ao mundo dos espíritos. Assim, recebendo a visita daqueles que já faleceram, ele os ajuda a completar algo que ficou inacabado para que possam partir para o além. A maioria dos casos que ajudava tinha a ver com crimes. Mas, em um dos episódios, ele encontra o espírito de uma advogada que se apaixona por ele.

No projeto do CW, a história gira em torno de Floyd (Andrew J. West, de The Walking Dead), um motorista de táxi semi-alcoólatra que, após passar por uma experiência de quase morte, se vê conectado com o mundo dos espíritos. Entre eles, o de sua ex-esposa Pearl (Alexandra Chando (The Lying Game), um dos espíritos que tenta ajudar Floyd a seguir com sua vida.

O melhor amigo de Floyd é Doug (Echo Kellum, de Ben And Kate), um advogado bem sucedido que vive com a esposa e os dois filhos. Preocupado com Floyd, Doug tenta de todos as maneiras possíveis ajudá-lo.

A produção é da Warner Brothers TV em parceria com a Bad Robot Productions e a Aggressive Mediocrity.

 

(APROVADO) Legends of Tomorrow (ex-The Flash/Arrow Spinoff) – Projeto de Greg Berlanti, Andrew Kreisberg, Marc Guggenheim e Sarah Schechter.

A história acompanhará as aventures de novos super-heróis.

No elenco estão Brandon Routh, como Ray Palmer/Átomo; Victor Garber, como Dr. Martin Stein/Nuclear; Wentworth Miller, como Leonard Snart/Captão Frio; Dominic Purcell, como Mick Rory/Heat Wave;  Ciara Renée, como Kendra Saunders/Mulher Gavião; Arthur Darvill (Doctor Who, Broadchurch), como Rip Hunter, um viajante do tempo; e Caity Lotz.

 

(DESCARTADO) Tales from the Darkside – Projeto de Alex Kurtzman e Roberto Orci, ambos de Fringe, com roteiro de Joe Hill, filho de Stephen King. O projeto foi anunciado em novembro de 2013. Trata-se de um remake de série produzida na década de 1980, criada por George A. Romero. Tal qual a série original, o remake também apresentará uma história diferente por episódio, tendo como tema o sobrenatural, fantasia, ficção e terror, muitos deles adaptados de obras literárias. Um filme chegou a ser produzido em 1990 para o cinema, que no Brasil recebeu o título de Contos da Escuridão.

A série terá um único personagem fixo. Ele é Newman (Kris Lemche, de Emily of New Moon), um homem perseguido por seu passado, repleto de segredos. Newman sabe o que está causando os eventos sobrenaturais que ocorrem em cada episódio, o que ele não sabe é como pará-los.

A produção é da K/O Paper Productions em parceria com a CBS TV Studios, que detém os direitos autorais da série original, exibida em canais regionais.

Continua após a publicidade
Publicidade