Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O xampu nasceu como uma massagem indiana

xampuA origem da palavra xampu, um anglicismo, é curiosa por duas razões.

A primeira é o fato de que palavra inglesa shampoo, “preparado líquido ou cremoso usado para lavar os cabelos e o couro cabeludo”, ganhou adaptações gráficas diferentes dos dois lados do Atlântico: o que no Brasil chamamos de xampu – desde algum momento em torno de 1945, segundo a datação do Houaiss – é conhecido em Portugal como champô.

A segunda curiosidade está na origem da palavra inglesa. Ela nasceu em meados do século XVIII como um verbo que significava “massagear”. Subproduto do colonialismo britânico, era importada do híndi champo, imperativo de champna, ou seja, “pressionar os músculos com os dedos”.

Demorou cerca de um século para que o verbo to shampoo ganhasse por extensão a acepção de “lavar os cabelos” – massageando-os, naturalmente. Ela foi registrada pela primeira vez em 1860, de acordo com o dicionário etimológico de Douglas Harper.

Depois disso, bastaram poucos anos para que o vocábulo, numa nova extensão semântica, passasse a ser empregado como substantivo com o sentido que hoje é dominante.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Luciano

    A respeito do champô português, também é interessante notar que nesse país se usa a forma massajar, não massagear.
    http://ciberduvidas.pt/pergunta.php?id=30550
    http://ciberduvidas.pt/pergunta.php?id=22393

    Curtir

  2. Comentado por:

    paulo netto

    Essas reportagens são tão idiotas que não acrescentam nada a quem quer que seja e ainda eu perco o tempo lendo, achando que teria algo inteligente nela.
    Barbarida de desperdício de tempo, de quem escreveu pois não falou nada meu de ler e responder a idiotice.

    Curtir

  3. Comentado por:

    sergiorodrigues

    De fato, Paulo, percebe-se que você não tem mais nada a aprender com uma coluna de língua.

    Curtir