Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Ricardo Rangel

Tasso é mais do que “mais um”

O senador do Ceará tem vantagens sobre os outros nomes da "terceira via"

Por Ricardo Rangel Atualizado em 26 abr 2021, 22h12 - Publicado em 26 abr 2021, 16h44

Tasso Jereissati anunciou que cogita ser candidato do centro, ou da “terceira via”, ou seja qual for o nome da alternativa à polarização Lula-Bolsonaro.

É mais um dentro do balaio que inclui (ou já incluiu) Ciro, Doria, Huck, Mandetta, Amoêdo, Moro, Eduardo Leite e até Luiza Trajano.

Mas Tasso é um “um” com algumas diferenças importantes.

Tasso  une o PSDB instantaneamente no Brasil inteiro e deixa João Doria fora do jogo.

Tem alguma ascendência sobre Ciro Gomes, de quem foi uma espécie de mentor: se existe alguém que pode convencer Ciro, em algum momento, a abrir mão da candidatura, é Tasso.

Vai ser uma das estrelas da CPI da Covid, tem presença garantida toda noite na casa de milhões de brasileiros durante meses.

Sem falar, claro, que, enquanto os outros são novatos ou quase novatos, Tasso tem décadas de experiência e conhece todo mundo na política nacional.

Continua após a publicidade
Publicidade