Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Ricardo Rangel

Jair Bolsonaro, guardião de Crivella.

O presidente sabia o que fazia quando escolheu apoiar o prefeito preso

Por Ricardo Rangel 23 dez 2020, 11h24

Hamilton Mourão afirmou que a prisão de Marcelo Crivella tem “zero impacto” no governo.

Jair Bolsonaro está se fazendo de morto a respeito da prisão do prefeito do Rio de Janeiro.

Qualquer carioca sabe que Crivella é o pior prefeito da história da cidade. Qualquer um que leia jornais do Rio sabe que Crivella está envolvido até o pescoço com pelo menos três crimes: o QG da propina (em razão do qual o prefeito foi preso), os “Guardiões do Crivella” e o “Fala com a Marcia”.

Em razão desses crimes, Crivella foi alvo de nada menos do que nove pedidos de impeachment.

Jair Bolsonaro — assim como seus filhos Flávio e Carlos Bolsonaro, bem como seu vice Mourão — mora no Rio de Janeiro. E sabe tudo a respeito de Marcelo Crivella. E, mesmo assim, fez questão de apoiá-lo em sua tentativa de reeleição.

Mas agora quer tirar o corpo fora.

Não vai rolar, presidente.

Continua após a publicidade

Publicidade