Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Silvio Santos, o “infalível”, paga a conta na forma de novela

Este post já tinha sido publicado hoje e sumiu. Ei-lo reescrito. Sabem por que Silvio Santos não “fale”? Porque “falir” é verbo defectivo e não aceita essa conjugação. A pergunta tem de ser outra: “Por que Silvio Santos não entra em falência?” Porque, à sua maneira, ele é uma estrela desse, por assim dizer, “regime”… […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 12h52 - Publicado em 10 fev 2011, 15h59

Este post já tinha sido publicado hoje e sumiu. Ei-lo reescrito.

Sabem por que Silvio Santos não “fale”? Porque “falir” é verbo defectivo e não aceita essa conjugação. A pergunta tem de ser outra: “Por que Silvio Santos não entra em falência?” Porque, à sua maneira, ele é uma estrela desse, por assim dizer, “regime”…

Nunca antes da história destepaiz uma bolinha de papel custou tão caro, não é mesmo? R$ 3,35 bilhões agora, do “Fundo Garantidor”, mais os R$ 700 milhões que a CEF já havia torrado no Panamericano, mais a devolução das empresas — algo em torno de R$ 2,5 bilhões… Uma bolinha de papel de quase R$ 7 bilhões!

E Guido Mantega ainda se livrou um tantinho do ridículo — daquele ao menos, mas ele é do tipo insaciável — de ter comprado um banco podre.

Pois bem. Agora ficamos sabendo que o SBT vai fazer uma novela chamada “Amor e Revolução”. Só falta botar o “&” comercial para a cafonice ficar completa. A trama se passa durante a ditadura e conta a história de uma estudante de ciências sociais que vira guerrilheira.

Continua após a publicidade

Ah, bom!!!

Certamente será a heroína da trama. Há também os heróis da tramóia. O autor da novela é Tiago Santiago, que o SBT roubou da Record. E olhem que isso não é fácil. É autor daquela novela sobre mutantes, aquele de gente que virava monstro. Nesta outra, pelo visto, monstro vai virar gente.

É, faz sentido. Essa guerrilheira da ficção também poderia ser uma mutante. Que tal ela se transformar em presidente da República depois?

Tenho candidato para dirigir a trama — a da ficção ao menos: Arnaldo Jabor.

PS – O primeiro bobalhão que me disser que a grana do Fundo Garantidor — que permitiu a Silvio Santos quebrar um banco e sair bilionário da história — é privada é candidato a comprar um Carne do Baú e a participar do “Roletrando”…

Continua após a publicidade
Publicidade