Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Ministros do Supremo brincam com fogo

Caso sejam bem-sucedidos na sua irresponsabilidade, o que queima é a carne alheia

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 30 jul 2020, 23h49 - Publicado em 17 dez 2015, 17h22

Eu combati, sim, a indicação de ambos. Não escondo nada do leitor. Até porque tudo está em arquivo. No caso de Dias Toffoli, há muito apontei a seriedade de seus votos. Hoje, não é diferente. Igualmente, destaque-se a qualidade do trabalho do relator, Edson Fachin.

Elogio porque concordam comigo? Não! Elogio porque se amparam em textos legais.

Roberto Barroso tem opiniões. Nada mais. Marco Aurélio tem opiniões e ironias.

Celso de Mello não conseguiu nem mesmo dizer em que artigo da Constituição se amparava. Afirmou que o Senado pode se negar a processar Dilma pensando no “útil, oportuno e conveniente”.

Ministros do Supremo estão brincando com fogo.

É uma pena que seja a carne alheia a queimar caso sejam bem-sucedidos na sua irresponsabilidade.

Continua após a publicidade
Publicidade