Clique e assine a partir de 9,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Mais um pouco do embate Mario Sabino-Paulo Coelho. Tem um quê de divertido!

Para entender o que vai abaixo, o leitor precisa ler o primeiro post sobre o embate Mario Sabino-Paulo Coelho, que está aqui. Sabino respondeu a um ataque de Coelho, que decidiu retrucar – ou se explicar. A resposta do “Mago”, que reproduzo na língua em que foi redigida, não deixa de ser divertida e, a […]

Por Reinaldo Azevedo - Atualizado em 18 fev 2017, 18h48 - Publicado em 12 jan 2012, 21h51

Para entender o que vai abaixo, o leitor precisa ler o primeiro post sobre o embate Mario Sabino-Paulo Coelho, que está aqui. Sabino respondeu a um ataque de Coelho, que decidiu retrucar – ou se explicar. A resposta do “Mago”, que reproduzo na língua em que foi redigida, não deixa de ser divertida e, a seu modo, instrutiva.

Escreve Paulo Coelho
Não é vingança, Mario. É minha opinião sobre o “Vicio do Amor”.
Não sou ingênuo. Gostei de “A boca da verdade” e escrevi o email. Teria o maior prazer em endossar o livro no exterior, como disse antes.
Não tenho memória curta. Sabia que você tinha esse email, e o usaria – como está fazendo agora. Mas detestei “O vício do amor” e escrevi o tweet.
Vejo que foi interpretada como vingança e tenho minha dose de culpa por esta interpretação, porque infelizmente usei o blog do Nassif, coisa que não farei mais. Tenho minhas próprias armas para lutar pelas minhas convicções, da mesma maneira como voce tem as suas. Deletei o post em questão (Nassif) quando me alertaram sobre o processo, que desconhecia por completo.
Mas deixei a referência ao “insuportável” livro.
Não ao “insuportável” autor – não tenho a menor razão para dizer isso, sobretudo porque, como diz acima, nossa relaçao se resume à conversas cordiais.
Repito portanto o post para não deixar espaço aberto à mal-entendidos:

Paulo Coelho @paulocoelho 9 Jan
Raramente uso Twitter p/criticar, mas o novo ivro do Mário Sabino, que a @veja adorou, é simplesmente insuportável
P.S. – por favor, evite ameaças. Como disse em outro tweet, “Só um tolo ameaça. E só outro tolo sente-se ameaçado”.

Ainda Paulo Coelho
(Mario, se puder, acrescente no post acima, mudando o P.S.)
Tampouco me lembro de alguma vez ter lido qualquer crítica sua a respeito de um livro meu.

Resposta de Mario Sabino
Prezado Paulo Coelho,
você não fez apenas “crítica literária”. Você usou de uma arma suja para me atacar, ao remeter os leitores de seu twitter para o blog de um desclassificado – e agora, percebendo a besteira, tenta retroceder, de acordo com o previsto por mim, visto que, apesar de tudo, você tem bom senso. Você não é tolo, nem eu. Eu não represento uma ameaça a você, nem você a mim. Inclusive porque já enfrentei (e enfrento) gente bem mais poderosa do que você. Como o seu amigo José Dirceu,  por exemplo.  Ah, sim, para a sua informação, dei uma entrevista ao programa de rádio do jornalista Daniel Piza, no início de dezembro, a convite do próprio. Piza não achou meu livro “insuportável”. Nem a Folha, nem o Estadão, nem a Gazeta do Povo, nem O Globo, nem a revista Alfa, nem o portal Exame, nem a Mônica Waldvogel, nem o Edney Silvestre, nem o Jô Soares, nem o Manuel Costa Pinto. Quanto ao Piza, é uma vergonha a exploração política da morte de um jovem como ele. Muito feio.

Publicidade