Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Este blog, a gestão Kassab, o PT, as pessoas e os princípios

Dados o noticiário sobre a eventual cessão de um terreno em São Paulo para Instituto Lula e a aproximação entre o prefeito Gilberto Kassab (PSD) e os petistas, leitores, alguns por bons motivos, outros por espírito de porco (os petralhas), têm enviado comentários mais ou menos assim: “E pensar que você apoiou o Kassab diversas vezes, […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 09h30 - Publicado em 15 fev 2012, 17h13

Dados o noticiário sobre a eventual cessão de um terreno em São Paulo para Instituto Lula e a aproximação entre o prefeito Gilberto Kassab (PSD) e os petistas, leitores, alguns por bons motivos, outros por espírito de porco (os petralhas), têm enviado comentários mais ou menos assim: “E pensar que você apoiou o Kassab diversas vezes, hein!?…”

Então vamos ver.

O que escrevi sobre a administração Kassab está em arquivo. Acho que mais de uma vez ele foi vítima e alvo de uma orquestração vagabunda. Continuo a achar a sua gestão melhor do que o noticiário a respeito dela, bastante pautado pelo petismo até outro dia. Neste momento, por razões óbvias, “eles” deram um tempo. Dou um exemplo: a tal ONG Nossa São Paulo é dirigida por petistas. Basta essa gente soltar um pio, muitas vezes com números perturbados, como já mostrei aqui, e lá vem uma penca de reportagens de jornal.

Atenção! Eu não tenho compromisso com pessoas, mas com posturas. Se e quando acho que Kassab acerta, eu escrevo: “Acertou!” Se e quando acho que Kassab erra, eu escrevo: “Errou!” E isso vale para qualquer um.  Ainda que alguns tentem meter todos no mesmo saco, não me confundo com esses vagabundos que escrevem o que o cliente manda. Eu não tenho clientes. De resto, vejam que coisa!, sou assim mesmo, né? Quando a petezada toda, inclusive a da imprensa, fazia de Kassab saco de pancada, eu o defendi muitas vezes. Agora que estão todos embevecidos com a possível doação do tal terreno, eu estou na contramão. Faz sentido: eu e PT pertencemos a universos mentais distintos, ora essa!

Mas que se registre: se considerasse a doação do terreno uma coisa legítima, daria meu apoio. Mas não acho. E não porque seja um presente para o PT. Não creio que partidos políticos ou líderes políticos devam merecer esses mimos do poder público.  Eu escrevo o que penso e o que me dá na telha escrever — só que a minha “telha” é pautada por princípios, não por fidelidade a este ou àquele. Quando o BC decidiu baixar os juros, por exemplo, este “contumaz oposicionista” apoiou.

Continua após a publicidade

Já disse que tenho uma máxima bem simples nessas coisas: quando gosto, digo “sim”. Quando não gosto, digo “não”. A campanha obscurantista de verdes e artistas descolados contra Belo Monte era uma excelente oportunidade para pegar carona no “joga pedra no governo”. Modéstia às favas, os meus posts a respeito estiveram entre os mais duros e claros da imprensa — e contra aqueles obscurantistas, não contra o governo, ainda que eu tenha críticas severas ao modo como ele atuou nesse caso.

Eu não me alinho automaticamente com ninguém. Se o que vejo coincide com os meus valores, as minhas convicções, os meus princípios, apóio; se não, então não! É por isso que esse blog reúne milhares de leitores, muitos da esquerda inclusive. Eu não preciso explicar absolutamente nada em relação a meus posicionamentos sobre atos de Kassab. Se alguém deve explicações, convenham, é ele — e também os petistas, que faziam um picadinho injusto de seu governo até anteontem.

Encerrando
De resto, é evidente que, caso Kassab se junte ao PT, os petistas não vão atacar a sua gestão em São Paulo. Talvez não a elogiem também. Preferirão fazer promessas e, claro!, atacar os tucanos. Caso José Serra seja mesmo o candidato do PSDB, é provável que Kassab o apóie. Nesse caso, os petistas avançarão com fúria contra a gestão do atual prefeito, com ou sem terreno doado para Lula.

Peçam explicações a Kassab. Peçam explicações aos petistas. Eu continuo a gostar e a desgostar de tudo aquilo de que gostava e de que desgostava antes. Escreveria de novo todos os textos que escrevi porque é o mesmo Reinaldo Azevedo, com os mesmos valores, que escreveu os artigos de antes e os de agora. Como vocês sabem, eu não puxo o saco nem dos leitores. O caso do Ficha Limpa é exemplar. A maioria de vocês é a favor e sabe que considero o texto inconstitucional.

Defendi, sim, muitas vezes, a gestão de Kassab porque a considero, em muitos aspectos, defensável. E critico a intenção de doar o terreno ao Instituto Lula porque isso é indefensável.

Continua após a publicidade
Publicidade