Clique e assine a partir de 9,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Espionagem no shopping: identificado o grupo da tramóia da fita

Vocês acompanharam aqui a tramóia para tentar desestabilizar o secretário de Segurança de São Paulo, Antônio Ferreira Pinto, que faz um excelente trabalho no comando da secretaria. A VEJA desta semana traz uma informação importante. Leiam. Volto em seguida: O vídeo trouxe mais problemas do que benefícios ao grupo que o divulgou. A administração do […]

Por Reinaldo Azevedo - Atualizado em 20 Feb 2017, 17h22 - Publicado em 13 Mar 2011, 09h01

Vocês acompanharam aqui a tramóia para tentar desestabilizar o secretário de Segurança de São Paulo, Antônio Ferreira Pinto, que faz um excelente trabalho no comando da secretaria. A VEJA desta semana traz uma informação importante. Leiam. Volto em seguida:

O vídeo trouxe mais problemas do que benefícios ao grupo que o divulgou. A administração do shopping admitiu que a gravação saiu de seu sistema de segurança. Descobrir quem retirou o vídeo do shopping e o divulgou pode fornecer uma bela pista sobre quem são os verdadeiros líderes da banda podre da polícia. Por coincidência, um dos delegados afastados por Ferreira Pinto, Ivaney Cayres de Souza, ex-Denarc e ex-Detran, aparece no vídeo, ao fundo, sentado na praça de alimentação do shopping. Ele nega a participação na divulgação das cenas. Na sexta-feira, o mistério começou a se aclarar: advogados do shopping Higienópolis relataram que uma comitiva de delegados solicitou as imagens de Ferreira Pinto alegando questões de segurança. “Eles nos induziram ao erro”, disse um dos diretores do estabelecimento. Na comitiva, havia policiais que já foram ou ainda estão sendo investigados pela Corregedoria. Também fazia parte do grupo Marco Antônio Desgualdo, ex-delegado-geral de São Paulo que perdeu espaço na gestão Ferreira Pinto. Esperar que a banda podre da polícia se regenere é como aguardar pela conversão de Saulo na estrada para Damasco: pode até acontecer, mas só por milagre.”

Comento
Epa! Marco Antônio Desgualdo, ex-delegado-geral, é o atual diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), um dos braços mais importantes da Secretaria de Segurança Pública. Se integrou o grupo de delegados que foi ao shopping buscar a tal fita com a qual se tentou, vamos ser claros, derrubar Ferreira Pinto, não pode permanecer no cargo, certo?

Publicidade