Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Avião transportava venezuelano com mala cheia de dólares

No Estadão:O ministro da Presidência da Bolívia, Juan Ramón Quintana, confirmou ontem que um funcionário do governo venezuelano carregando uma mala cheia de dinheiro deixou o Hércules C-130 antes que o avião militar da Venezuela partisse de Riberalta, ao ser apedrejado por moradores. Segundo o jornal boliviano La Prensa, Luis Michel Ferrel quase foi linchado […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 20h06 - Publicado em 8 dez 2007, 06h05

No Estadão:
O ministro da Presidência da Bolívia, Juan Ramón Quintana, confirmou ontem que um funcionário do governo venezuelano carregando uma mala cheia de dinheiro deixou o Hércules C-130 antes que o avião militar da Venezuela partisse de Riberalta, ao ser apedrejado por moradores. Segundo o jornal boliviano La Prensa, Luis Michel Ferrel quase foi linchado pela população quando fugiu do aeroporto ao tentar chegar à cidade de Guayaramerín. Ferrel é funcionário do Banco de Desenvolvimento da Venezuela. Quando moradores descobriram a identidade de Ferrel, o atacaram no centro de Riberalta e queimaram a caminhonete que ele usava para tentar fugir da cidade. O ministro afirmou que o venezuelano só foi salvo porque a polícia chegou a tempo e controlou a multidão. Já o jornal de Caracas El Universal informou que o venezuelano não correu perigo, já que os moradores apenas o cercaram e o entregaram para a polícia. O chefe da polícia local, Miguel Ángel Villarroel, afirmou que o venezuelano foi levado para delegacia de Riberalta e, em seguida, escoltado para Guayaramerín. Villarroel confirmou que o venezuelano carregava uma grande quantia de dinheiro. Segundo o La Prensa, seriam US$ 872 mil, mas a imprensa venezuelana informou que ele portava cerca de US$ 162 mil. Ainda não há informações sobre a procedência ou o destino do dinheiro.
Assinante lê mais aqui

Publicidade