Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Aeroporto 2014

A ministra do Planejamento, Mirian Belchior, afirma que o Brasil não vai passar vergonha com seus aeroportos na copa do mundo. Sei… A questão não é de natureza moral. O estudo do Ipea está certo ou está errado? Se estiver certo, o país pode não passar vergonha porque, para tanto, é preciso ter algum escrúpulo, […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 12h15 - Publicado em 15 abr 2011, 20h49

A ministra do Planejamento, Mirian Belchior, afirma que o Brasil não vai passar vergonha com seus aeroportos na copa do mundo. Sei… A questão não é de natureza moral. O estudo do Ipea está certo ou está errado? Se estiver certo, o país pode não passar vergonha porque, para tanto, é preciso ter algum escrúpulo, mas, certamente, será um vexame. Leiam o que segue:

Brasil não “passará vergonha” com aeroportos na Copa de 2014, diz ministra do Planejamento

Por Wellton Máximo, da Agência Brasil

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, assegurou hoje (15) que o Brasil não passará vergonha com os aeroportos na Copa do Mundo de 2014. Ela disse ter confiança que o país conseguirá concluir as obras a tempo para o evento.

“Tenho confiança que não vamos passar vergonha. Como sempre, o Brasil vai fazer bonito”, afirmou a ministra, depois de se reunir com o secretário da Aviação Civil, Wagner Bittencourt de Oliveira.

Continua após a publicidade

Na avaliação de Miriam Belchior, os gargalos na infraestrutura, inclusive nos aeroportos, são consequência não apenas da dificuldade de investimentos, mas do crescimento na economia e do aumento da renda, que permite aos brasileiros viajar mais de avião.

“O país vive outro momento, e todas instituições precisam se adaptar a ele. É o custo do nosso sucesso. Acreditamos que, para a Copa, conseguiremos resolver boa parte dos problemas com estruturas permanentes”, afirmou ela.

De acordo com a ministra, especulações sobre a viabilidade de obras de infraestrutura são naturais em eventos de porte mundial. “Vi muitas notícias sobre a Alemanha, a África do Sul e Londres. A Copa na Alemanha saiu e na África do Sul também saiu. Acho natural esse tipo de preocupação, porque esses eventos atraem curiosidade em todo o mundo.”

Miriam Belchior não quis comentar o estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) sobre a situação das obras nos aeroportos brasileiros, divulgado ontem (14). Para ela, é importante ter outras visões em torno do tema. “Até do próprio governo.”

Segundo a ministra, a presidenta Dilma Rousseff pediu prioridade às obras dos aeroportos com maior movimento. “A preocupação da presidenta não é só com a Copa. Todos sabemos como vem crescendo a demanda no setor aéreo. Estão sendo elaboradas medidas emergenciais de médio e longo prazo para garantir o equacionamento do setor.” Ela, no entanto, não detalhou as medidas, alegando que o assunto será discutido com Dilma depois do feriado de Páscoa.

Continua após a publicidade
Publicidade