Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

A Siemens é uma das maiores fornecedoras do governo federal; quer dizer que, com petistas, não existe safadeza? Por quê? Eles seriam éticos demais? Ou: É preciso distinguir a punição de culpados da conspirata política

Já afirmei aqui uma 300 vezes — mais? — que não me deixo patrulhar. Podem se esgoelar à vontade. Se há quem ache que é manchete um e-mail que relata um suposto encontro e que denuncia fatos que comprovadamente não aconteceram, fazer o quê? Ou estamos diante de uma questão político-ideológica ou de uma concepção […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 05h39 - Publicado em 8 ago 2013, 17h32

Já afirmei aqui uma 300 vezes — mais? — que não me deixo patrulhar. Podem se esgoelar à vontade. Se há quem ache que é manchete um e-mail que relata um suposto encontro e que denuncia fatos que comprovadamente não aconteceram, fazer o quê? Ou estamos diante de uma questão político-ideológica ou de uma concepção muito particular de jornalismo. Não é a minha. E a minha não põe em risco a reputação alheia só para demonstrar que sou “isento”. Quem se deixa patrulhar dessa maneira já perdeu a isenção faz tempo. Leiam o post anterior. Se o acordo entre a Siemens e a CAF tivesse ao menos acontecido, vá lá… Mas nem assim se teria um indício razoável de que José Serra o tivesse sugerido. Ocorre que nem isso houve. Nada! Parece-me que até o site do PT teria mais cuidado. Mas isso é o de menos agora.

Este blog apurou que partiu da matriz alemã da Siemens a ordem para que se fizessem mundo afora os tais “acordos de leniência” — ou seus correspondentes nos vários países onde pesavam suspeitas contra a empresa.

Atenção! A Siemens tem contratos bilionários, nas mais diversas áreas, com o governo federal, chefiado pelo PT. Isso tudo ainda virá a público, estou certo. Pergunto: quer dizer que, com os petistas, nunca se fez nada de errado? Como se trata de um partido comprovadamente ético, que não se mete em sujeira, não havia o que denunciar nessa relação? Será que a empresa alemã não relatou ao Cade nada de especioso na relação com o governo federal?

“Ah, então você está justificando…” Não estou justificando nada! Continuo a pedir cadeia para os canalhas, tenham que coloração partidária for. O que não é aceitável é um órgão federal vazar documentos selecionados para a imprensa que comprometem não exatamente figuras do partido adversário, mas o partido inteiro — e sem que os acusados tenham acesso ao processo porque, ora vejam, “corre em sigilo”? Qual sigilo?

Uma coisa são os eventuais crimes cometidos — e que se punam os responsáveis. Quem advoga impunidade para os seus são os petistas. Outra, diferente, é transformar a investigação numa conspirata política, o que é coisa de estados policiais. Como eu não me deixo patrulhar por essa gente que vive de dinheiro público, seja a Mídia Ninja, seja o JEG, escrevo o que acho que tem de ser escrito. A cada vez que eles me acusam de não ser isento, fica para mim mais claro que estou no caminho certo. À diferença de uns aí, não quero que eles gostem de mim nem acho que podem ser meus juízes. Eles vivem de dinheiro público; eu não! 

Continua após a publicidade
Publicidade