Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Voo curto

Deu para trás a venda do jato Gulfstream G550, a joia da coroa da ex-frota de aviões de Eike Batista. No início do ano, foi negociado com um milionário chinês por 41 milhões de dólares. Mas algo não deu certo e o avião, capaz de transportar até dezoito passageiros e com autonomia de voo para […]

Por Da Redação - Atualizado em 12 fev 2017, 11h16 - Publicado em 17 ago 2014, 09h38
Gulf G550: vai pousar

Gulf G550: encostado no hangar

Deu para trás a venda do jato Gulfstream G550, a joia da coroa da ex-frota de aviões de Eike Batista.

No início do ano, foi negociado com um milionário chinês por 41 milhões de dólares. Mas algo não deu certo e o avião, capaz de transportar até dezoito passageiros e com autonomia de voo para uma viagem São Paulo-Moscou sem escala, voltou para o Rio de Janeiro. Está parado no hangar e continua à venda.

Publicidade