Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Uma PEC bombástica

O Palácio do Planalto percebeu que não há mais como desarmar a bomba da chamada PEC dos Magistrados. Se o projeto voltar à pauta do Senado, vai passar, criando gastos de 3 bilhões de reais ao ano e 30 bilhões de reais, se for retroativo. Ricardo Berzoini já avisou aos líderes da base aliada: está […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 03h34 - Publicado em 3 jul 2014, 07h04
Negociando para evitar derrota no Congresso

Negociando para evitar derrota no Congresso

O Palácio do Planalto percebeu que não há mais como desarmar a bomba da chamada PEC dos Magistrados. Se o projeto voltar à pauta do Senado, vai passar, criando gastos de 3 bilhões de reais ao ano e 30 bilhões de reais, se for retroativo.

Ricardo Berzoini já avisou aos líderes da base aliada: está negociando uma saída com as entidades representantes da categoria e, mais adiante, levará a conversa ao STF. Nem poderia ser diferente.

Ricardo Lewandowski segue como principal entusiasta da medida, atuando entre os parlamentares pela aprovação da PEC no Senado.

Continua após a publicidade
Publicidade