Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

STF desmente versão de Bolsonaro sobre crise no Amazonas

Supremo diz não ser verdadeira a afirmação de que proibiu o governo federal de atuar no enfrentamento da Covid-19

Por Mariana Muniz 18 jan 2021, 16h07

A Secretaria de Comunicação Social do Supremo Tribunal Federal (STF) publicou uma nota nesta segunda-feira para esclarecer que não é verdadeira a afirmação de que a Corte proibiu o governo federal de agir no enfrentamento da pandemia — versão que passou a circular com força nas redes sociais após fala do presidente Jair Bolsonaro na última sexta-feira.

Em entrevista ao programa do Datena, Bolsonaro disse: “vou repetir aqui, qual moral tem João Doria e Rodrigo Maia em falar em impeachment ou me acusar disso tudo que está acontecendo aí, se eu fui impedido pelo Supremo Tribunal Federal de fazer qualquer ação em combate a coronavírus em estados e municípios? Eu tinha que estar na praia numa hora dessa. Pelo Supremo Tribunal Federal, eu tinha que estar na praia agora, Datena, tomando uma cerveja. O Supremo falou isso pra mim”.

De acordo com o STF, entretanto, “na verdade, o Plenário decidiu, no início da pandemia, em 2020, que União, estados, Distrito Federal e municípios têm competência concorrente na área da saúde pública para realizar ações de mitigação dos impactos do novo coronavírus. Esse entendimento foi reafirmado pelos ministros do STF em diversas ocasiões”.

A Corte esclareceu ainda que “conforme as decisões, é responsabilidade de todos os entes da federação adotarem medidas em benefício da população brasileira no que se refere à pandemia”.

Continua após a publicidade
Publicidade