Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sofisticado, não?

A Daslu, quem diria, acabou em Angola. O resultado das recentes mudanças na estrutura societária da encrencada Laep, que há dois anos comprou a Daslu, fez com que uma empresa angolana produtora de tratores, máquina agrícolas e arados se tornasse, no final das contas, a dona do lendário ex-templo do luxo paulistano.

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 06h45 - Publicado em 3 mar 2013, 08h38

Reestruturação societária

A Daslu, quem diria, acabou em Angola.

O resultado das recentes mudanças na estrutura societária da encrencada Laep, que há dois anos comprou a Daslu, fez com que uma empresa angolana produtora de tratores, máquina agrícolas e arados se tornasse, no final das contas, a dona do lendário ex-templo do luxo paulistano.

Publicidade