Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Senado quer ‘criar factoide’, diz deputado sobre 2ª instância na CCJ

Marcelo Ramos, que preside a comissão da Câmara, diz que tem senador querendo "surfar na onda"

Por Evandro Éboli - Atualizado em 4 dez 2019, 16h45 - Publicado em 4 dez 2019, 15h45

Presidente da comissão da Câmara instalada hoje para votar a PEC da prisão em segunda instância, o deputado Marcelo Ramos (PL-AM) criticou iniciativa da CCJ do Senado em votar o mesmo assunto, na semana que vem.

Simone Tebet (MDB-MS), após audiência pública com Sergio Moro nesta quarta, agendou votação do assunto.

Ramos reagiu, chamou de “factoide” a ação do Senado e sobrou também para Moro.

“No Senado, algumas pessoas não estão preocupadas em solução efetiva, mas em criar factoides e surfar na onda. Não se pode criar uma legislação para o país porque o Moro quer. Nem fazer uma lei só para condenar alguém”, disse Ramos, nesse último caso se referindo a Lula.

Continua após a publicidade

O deputado acredita que a PEC da Câmara é o melhor caminho e a “solução responsável”.

 

Publicidade