Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sem álcool

O Ministério Público resolveu encrencar com a liberação de cerveja nos estádios feita pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Leia mais em A volta da cerveja). O procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Marfan Vieira Martins, acaba de enviar um ofício para a Tutela Coletiva do MP tomar providências com relação à […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 06h42 - Publicado em 12 mar 2013, 16h05

Cerveja da discórdia

O Ministério Público resolveu encrencar com a liberação de cerveja nos estádios feita pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Leia mais em A volta da cerveja).

O procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Marfan Vieira Martins, acaba de enviar um ofício para a Tutela Coletiva do MP tomar providências com relação à medida.

No documento, Marfan afirma que “a venda de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol coloca-se em rota de colisão com os esforços dos poderes constituídos para reduzir a violência e preservar a incolumidade física e mental do torcedor”.

Continua após a publicidade
Publicidade