Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Segunda Turma do STF arquiva inquérito contra Aécio Neves

Investigação apurou suspeita de recebimento de vantagens indevidas em 2014, quando tucano era senador e disputava à presidência contra Dilma Rousseff

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 31 ago 2021, 17h46 - Publicado em 31 ago 2021, 17h43

A Segunda Turma do STF arquivou há pouco um inquérito que apurava suspeita de recebimento de vantagens ilícitas pelo deputado Aécio Neves (PSDB-MG) em 2014, quando o tucano era senador e concorria à presidência da república contra Dilma Rousseff (PT).   

O inquérito investigou denúncias da prática de caixa 2 pago pela Odebrecht à campanha do político contra a petista. As acusações foram formuladas em parte com a delação de executivos da construtora. 

O ex-presidente da Odebrecht Benedicto Júnior disse em delação premiada que o então senador pediu 6 milhões de reais em doações de campanha irregulares.   

Publicidade