Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sarney, acredite, perdeu uma…

Saiu hoje no Diário Oficial a nomeação do comunista Flávio Dino para a presidência da Embratur. José Sarney vetava de todas as maneiras a indicação de Dino, que foi derrotado por sua filha, Roseana, na disputa ao governo do Maranhão, para ocupar um cargo no Executivo federal. Agora terá que engolir o adversário político da […]

Por Da Redação - Atualizado em 20 fev 2017, 14h16 - Publicado em 17 jun 2011, 13h14

Saiu hoje no Diário Oficial a nomeação do comunista Flávio Dino para a presidência da Embratur. José Sarney vetava de todas as maneiras a indicação de Dino, que foi derrotado por sua filha, Roseana, na disputa ao governo do Maranhão, para ocupar um cargo no Executivo federal. Agora terá que engolir o adversário político da família em um ministério comandado por um aliado, Pedro Novais.

Na verdade, Sarney soube da indicação pela própria Dilma. Numa conversa na semana passada, Dilma pediu a Sarney que passasse por cima das brigas regionais e aceitasse a nomeação. Sarney, então, pediu o seguinte: que ela nomeasse Dino e, em seguida, ele se diria surpreendido, numa reação coreografada destinada a aplacar as reclamações dos aliados locais. Não deu certo porque a nomeação de Dino vazou no início da semana…

Publicidade