Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Requião desce a borduna

Bernardo Figueiredo que se prepare. O barulhento Roberto Requião voltou a usar a tribuna do Senado ontem para descer a borduna em Dilma Rousseff por ter novamente indicado Figueiredo para o comando de uma estatal. Requião lembrou que o Senado já havia defenestrado Figueiredo da máquina pública ao recusar sua indicação para a ANTT, no […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 08h01 - Publicado em 29 ago 2012, 19h33

Na mira de Requião

Bernardo Figueiredo que se prepare. O barulhento Roberto Requião voltou a usar a tribuna do Senado ontem para descer a borduna em Dilma Rousseff por ter novamente indicado Figueiredo para o comando de uma estatal. Requião lembrou que o Senado já havia defenestrado Figueiredo da máquina pública ao recusar sua indicação para a ANTT, no começo do ano. Diante da nova oportunidade dada a Figueiredo por Dilma, desabafou Requião:

— A rejeição do nome de Figueiredo por esta Casa deixou o projeto do trem-bala órfão do seu carinhoso e dedicado pai. Vai, então, que os fazedores de mágica do Planalto arquitetam uma saída para contornar a desaprovação ao ex-diretor da ANTT: criar a Empresa de Planejamento e Logística para tocar o projeto do trem-bala e nomear para presidi-la ninguém mais, ninguém menos do que o senhor Bernardo Figueiredo… Para que serve o Senado da República? O que é que nós estamos fazendo aqui?

Publicidade