Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Renan já tem um plano para apertar Pazuello no interrogatório da CPI

General será provocado a falar de questões relacionadas a outros personagens que atuaram na desastrosa condução do combate à pandemia

Por Robson Bonin 14 Maio 2021, 16h32

Renan Calheiros vem preparando um roteiro de perguntas sobre questões objetivas a Eduardo Pazuello.

O plano é deixar o ex-ministro da Saúde sem opção de correr se esconder no direito ao silêncio, já que ele será provocado a falar de questões relacionadas a outros personagens que atuaram na desastrosa condução do combate ao coronavírus no governo de Jair Bolsonaro.

“Interrogatório bom não busca confissões. Quer acusações contra terceiros. Sobre Pazuello, quem vai falar são outras pessoas”, diz um aliado de Calheiros que teve acesso ao planejamento do relator.

“Independentemente de liminar do STF, o Renan vai concentrar as perguntas em fatos que ele não poderá deixar de responder”, disse esse mesmo interlocutor.

Pazuello já deve ir se preparando para falar de Fabio Wajngarten, os defensores da cloroquina dentro da Saúde e outros personagens vistosos do Planalto.

Continua após a publicidade
Publicidade