Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Relator pede cassação do mandato de Boca Aberta

Alexandre Leite é favorável à perda de mandato do deputado paranaense

Por Evandro Éboli - Atualizado em 4 dez 2019, 18h06 - Publicado em 4 dez 2019, 17h49

O deputado federal Alexandre Leite (DEM-SP), relator do processo de cassação do deputado Boca Aberta (PROS-PR) no Conselho de Ética, apresentou parecer favorável à perda do mandato.

Ele foi acusado pelo relator de impor dificuldade de ser comunicado de seu processo no Conselho de Ética, intimidando funcionários do órgão que teriam ido diversas vezes em seu gabinete notificá-lo.

Segundo Leite, Boca Aberta tentou usar dessa situação para tentar a nulidade no STF e, por isso, foi acusado de litigância de má-fé.

Mas a denúncia original contra Boca Aberta envolveu outra história. Ele foi acusado de quebra de decoro, pelo PP,  por ter invadido um hospital no interior do Paraná e fez o que chama de “blitz da saúde”.

Continua após a publicidade

Às 04:30h, acompanhado de assessores, começou a filmar funcionários e perguntar sobre os médicos de plantão. Ele invadiu a sala onde o médico plantonista descansava, começou um tumulto e ainda postou as imagens nas redes sociais. Nenhum paciente aguardava atendimento.

Publicidade