Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Racha na defesa

Ocorreu um racha na defesa de Fernando Baiano. A banca de Nélio Machado agora é a única à frente da defesa daquele que, nas palavras de Júlio Camargo, é o “sócio-oculto” de Eduardo Cunha. O escritório David Teixeira Azevedo deixou o caso. A propósito, até agora, Fernando Baiano continua firme na decisão de não fazer […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 00h50 - Publicado em 29 jul 2015, 07h01
Baiano: sem delação

Baiano: sem delação

Ocorreu um racha na defesa de Fernando Baiano. A banca de Nélio Machado agora é a única à frente da defesa daquele que, nas palavras de Júlio Camargo, é o “sócio-oculto” de Eduardo Cunha.

O escritório David Teixeira Azevedo deixou o caso.

A propósito, até agora, Fernando Baiano continua firme na decisão de não fazer delação premiada.

Continua após a publicidade
Publicidade