Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PSDB vai questionar só um ponto do rito definido pelo STF

O PSDB decidiu rever a estratégia diante da decisão do Supremo Tribunal Federal que disciplinou o rito do processo de impeachment de Dilma Rousseff. Em vez de recorrer contra vários pontos do voto de Luis Roberto Barroso, que prevaleceu, o partido vai questionar apenas a proibição de candidaturas avulsas no parlamento. Os tucanos avaliam que […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h46 - Publicado em 30 dez 2015, 10h31
Aécio: PSDB quer chancela do STF

Aécio: PSDB quer chancela do STF

O PSDB decidiu rever a estratégia diante da decisão do Supremo Tribunal Federal que disciplinou o rito do processo de impeachment de Dilma Rousseff.

Em vez de recorrer contra vários pontos do voto de Luis Roberto Barroso, que prevaleceu, o partido vai questionar apenas a proibição de candidaturas avulsas no parlamento.

Os tucanos avaliam que a decisão do STF legitima o impeachment e tira o argumento do governo de que haveria um golpe em curso para apear Dilma Rousseff.

Se a corte máxima do país indicou como deve se dar o processo, é a prova de que ele é constitucional e democrático, dirá a oposição.

Continua após a publicidade
Publicidade