Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Pós-pandemia terá nova onda migratória no planeta, diz especialista

‘Pessoas vão sair das regiões mais vulneráveis e mal administradas em direção a países com melhor estrutura de saúde’, diz estrategista de Obama

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 16 abr 2020, 09h09 - Publicado em 16 abr 2020, 08h34

Além de avaliar os prejuízos, para o Brasil, das escolhas da política externa de Jair Bolsonaro, o ex-consultor de guerra dos Estados Unidos Parag Khanna avalia que a passagem da pandemia de coronavírus deixará tamanha devastação no mundo que terá força para provocar uma nova onda migratória.

“Assim que essa crise terminar, as pessoas vão investir todas as suas forças para sair das regiões mais vulneráveis e mal administradas em direção a países com melhor estrutura de saúde”, diz o indiano, que foi estrategista de política externa de Barack Obama.

ASSINE VEJA

O vírus da razão O coronavírus fura a bolha de poder inflada à base de radicalismo. Leia também: os relatos de médicos contaminados e a polêmica da cloroquina
Clique e Assine

Já na área econômica, a pandemia forçara o planeta a reorganizar sua cadeia de suprimentos. “O vírus vai ajudar a acelerar fenômenos que já estavam em curso, como a regionalização das redes comerciais e industriais. Por exemplo, por conta da guerra comercial entre China e Estados Unidos, o México e o Canadá se tornaram os maiores parceiros comerciais dos Estados Unidos. O mesmo vale para a Ásia: 60% do comércio ocorre dentro do continente e isso vai aumentar ainda mais depois da pandemia”, diz.

Publicidade