Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Pesquisa mostra que 54% perderam toda ou parte da renda no Nordeste

O Instituto FSB entrevistou, por telefone, 2.010 brasileiros entre 16 e 20 de abril

Por Robson Bonin Atualizado em 28 abr 2021, 07h19 - Publicado em 28 abr 2021, 07h11

Nos últimos doze meses, quase metade da população perdeu completamente a renda ou viu parte de seus rendimentos sumirem. Mulheres, a população entre 41 e 59 anos, com Ensino Fundamental completo e, principalmente, moradores do Nordeste, estão entre os mais afetados.

Segundo a pesquisa Os brasileiros, a pandemia e o consumo, realizada pela Confederação Nacional da Indústria com o Instituto FSB de Pesquisa, 54% da população do Nordeste afirmaram ter perdido toda a renda ou ter tido os rendimentos reduzidos.

As mulheres foram ligeiramente mais afetadas do que os homens. Enquanto 16% delas perderam toda a renda, esse percentual entre a população masculina foi de 13%. Além disso, 13% dos homens alegaram ter recebido um aumento no último ano. No caso das mulheres, foram 7%.

Enquanto 54% da população com escolaridade entre 5ª e 8ª série responderam que tiveram queda ou perderam toda a renda, esse índice é de 38% entre os mais instruídos. Além disso, 8% da população acreditam que, nos próximos seis meses, podem perder parte ou totalmente de seus rendimentos.

Foram entrevistados, por telefone, 2.010 brasileiros, entre 16 e 20 de abril, em amostra representativa da população brasileira. A margem de erro do estudo é de 2 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%.

Continua após a publicidade
Publicidade