Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Pedra no sapato

O PR está preocupado com um item do currículo do ministeriável Antonio Carlos Rodrigues – e não é o fato de ele no passado ter topado ser suplente da franco-atiradora Marta Suplicy. Faz alguns dias, o TRE do Rio de Janeiro enviou ao STF um inquérito que investiga as doações feitas a Rodrigues pela empreiteira […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 02h39 - Publicado em 14 nov 2014, 08h26
Rodrigues: inquérito chegou ao Supremo

Rodrigues: inquérito no Supremo

O PR está preocupado com um item do currículo do ministeriável Antonio Carlos Rodrigues – e não é o fato de ele no passado ter topado ser suplente da franco-atiradora Marta Suplicy. Faz alguns dias, o TRE do Rio de Janeiro enviou ao STF um inquérito que investiga as doações feitas a Rodrigues pela empreiteira Carioca Engenharia.

Na eleição de 2008, o então candidato a vereador declarou ter recebido 40 000 reais dos cofres da empreiteira. O problema é que a Carioca, ao fazer sua declaração anual à Receita Federal, informou ter doado bem mais.

Gilmar Mendes autorizou que o inquérito prossiga, e a papelada seguiu para que Rodrigo Janot se manifeste.

Continua após a publicidade
Publicidade